Como diminuir o estresse


Os excessos disfuncionais da vida moderna muitas vezes nos esgotam e nos desequilibram, resultando nos mais variados problemas de saúde.

O estresse crônico parece estar se tornando até uma epidemia. Quando fora de controle e por tempo prolongado, alterações cerebrais sérias podem ocorrer, ocasionando inclusive a depressão (veja os artigos no final do post). 

Por isso, hoje eu gostaria de compartilhar algumas dicas que pratico no momento – ou não, por falta de oportunidade. Para mim, todas surtiram um efeito muito positivo. Espero que aconteça o mesmo com você.


texto-3d-respirar-profundamente

1) Respiração

Essa dica é até um clássico quando o assunto é estresse. Respirar de forma lenta, profunda e consciente, inspirando pelo nariz e expirando pela boca. 

Um detalhe importante: é necessário que seja feita a respiração abdominal e não a torácica, com a qual nos acostumamos com o tempo, geralmente para “murchar” a barriga.

Se você tiver dúvidas de como proceder, repare um bebê respirando: o ar preenche toda a barriga e não apenas o tórax.


2) Caminhadas em meio a natureza

O ambiente natural por si só já tem um efeito bem relaxante. Caminhar nesses locais, com passadas normais – ou mais lentas – estando plenamente consciente e presente de corpo e alma ajuda a diminuir a tensão.

Melhor ainda se for em silêncio, somente com os sons naturais do ambiente e com a mente voltada exclusivamente ao exercício e à apreciação da natureza em volta.

Em algum momento, talvez você tenha a sensação de completude, de plenitude, principalmente se você se identificar com o local.


3) Tai chi chuan
Os movimentos lentos e cadenciados dessa atividade são uma experiência muito agradável principalmente se forem praticadas em meio à natureza.

Assim como na segunda dica, a sensação de completude é maravilhosa, faz com que você se sinta plenamente vivo, muito por causa da consciência necessária para a execução dos movimentos lentos – tão diferentes do que estamos acostumados.



jogo-de-raciocinio-de-madeira-luban

4) Jogos de raciocínio

A lista de opções é imensa: sudoku, caça-palavras, cubo mágico, cubo tetris, jogos de madeira ou de metal, etc. Há opções para todos os gostos e bolsos.

Eu gosto especialmente desses jogos por serem algo em que é necessária muita atenção, de forma que não há muito espaço para pensamentos estressantes.

Acima está uma foto de um dos meus preferidos atualmente.



crianca-e-cachorro-passeando

5) Brincar com animais de estimação

Os cães são ótimos para nos ajudar a relaxar, a sorrir, a nos sentirmos bem de forma geral. Brincar com os cães ou apenas fazer carinho neles, ajuda muito a diluir as tensões diárias.

É uma genuína relação ganha-ganha, pois ambos sempre são muito beneficiados.

Como eu disse no post Sorria!, não tenho contato com gatos, por isso não posso falar sobre eles. Mas pela crescente preferência de gatos como animais de estimação, creio que são ótimas companhias também.


6) Jardinagem

O contato com a natureza por si só é revigorante e ajuda na recuperação do equilíbrio perdido.

Não vou dizer que não dá trabalho, pois dá (e muito), mas a prática auxilia na liberação de endorfinas, já que exige um certo esforço físico.
Além disso, a jardinagem é uma excelente maneira de aprendermos a ser mais disciplinados: se você não organizar sempre, tirando os excessos e as ervas daninhas, o caos se instala rapidamente, principalmente em locais mais úmidos ou chuvosos.


7)  Ouvir música

Uma boa música é capaz de acalmar de forma surpreendente.
Como os gostos são muito variados, procure músicas mais tranquilas, dentro do estilo que você goste - uma música maravilhosa para mim pode ser uma fonte de estresse para você e vice-versa. Mesmo assim, vou dar uma sugestão: Canon in D, de Pachalbel. Talvez você inclusive a conheça.



por-do-sol

8) Admirar o por do sol

Acredito que essa dica dispense comentários. É sempre magnífico, surpreendente, maravilhoso, inédito e deslumbrante. Em minha opinião, nenhum ser humano deveria jamais ser privado desse espetáculo diário. 

É um momento no qual somos confrontados com nossa própria pequenez perante o universo enquanto somos agraciados com o infinito amor de Deus por nós.


9) Apreciar o céu

Apesar de inicialmente parecer a dica anterior, as diferenças são grandes. Durante o dia ou à noite, cada momento tem características especiais.

Durante o dia, há o azul relaxante da imensidão em contraste com nuvens brancas, que até parecem bolinhas de algodão.
Há também os pássaros, com voos que nos remetem à liberdade e à paz de espírito.

À noite, a lua, as estrelas e os poucos planetas visíveis a olho nu nos levam à perplexidade diante de tanta beleza, silêncio, imensidão e mistério.

Para mim, apreciar o céu em conjunto com a primeira dica (respiração) proporciona um relaxamento profundo.


10) Exercício físico

Ajuda a diminuir a tensão e proporciona a liberação de endorfinas.
Admiro pessoas que têm ânimo de frequentar uma academia ou um clube. É algo que não desperta a minha atenção.

Como não sou uma pessoa muito sedentária, exercício físico não é uma das minhas metas em relação ao gerenciamento do estresse. Pratico porque é bom para o corpo, mais pensando no sistema cardiorrespiratório. Tenho uma bicicleta ergométrica, que uso de vez em quando. Já tentei colocar vários tipos de música, mas não adianta: não é algo que me empolga mesmo...



Conclusão

Não precisamos de muito.

Se você reparar, a única dica que postei em que há algo tecnológico envolvido é ouvir música.

Não precisamos de muito para relaxar, para diminuirmos o estresse que muitas vezes nos esgota e acaba com nossas forças.

Quanto mais simples e agradável para você for a técnica, melhor. Muitas vezes, a sofisticação não está nos bens materiais ou em atividades complicadas, mas sim, nos propósitos e atitudes mais simples.



seta-indicando-saude


Agora é a sua vez

E você? 
O que costuma fazer para diminuir o estresse?



Links 
Ali Express - Jogo de raciocínio Ming Luban
Estresse e depressão

Créditos das imagensDavid Castillo, Vlado, Dan e Stuart Miles  - Free Digital Photos


Como diminuir o estresse Como diminuir o estresse Reviewed by Simplicidade e Harmonia on maio 29, 2018 Rating: 5

22 comentários:

  1. Ótimas dicas e sempre temos que dar um jeito pro stress não se instalar.Ainda mais com tanta coisa acontecendo! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica,

      Eu nem havia pensado no cenário atual da falta de combustíveis/greve dos caminhoneiros, pois quando escrevi esse post, a situação estava dentro da normalidade para os padrões brasileiros.
      Considerando essa semana tão diferente, espero que o meu post seja útil à muitas pessoas.

      Abraços!

      Excluir
  2. Boa dicas! Cuidar de nós espiritual e fisicamente chega a ser prioridade. Hoje mais que nunca! Adoro ler e ouvir músicas. Meditação é fundamental para mim.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Célia,

      Priorizar o cuidado físico e espiritual - você disse tudo, ainda mais em um mundo com tantas distrações de todos os tipos.

      Abraços!

      Excluir
  3. Excelentes dicas Rosana!

    As vezes quando não conseguia dormir, colocava em prática uma respiração mais lenta e controlada. E isso ajudou muitas vezes.

    O cubo mágico é bem legal também nessa tarefa. Tem também jogar xadrez...

    E algo que preciso voltar a praticar, é tocar violão. Ao tocar uma música você esquece qualquer tipo de coisa rsrs

    Abraço e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor Inglês,

      A respiração apresenta resultados muito bons e o melhor: é bem fácil de praticar. Bom saber que foi útil à você!

      Esqueci o jogo de xadrez.... faz tempo que não jogo.

      Tocar um instrumento musical também é sensacional nesse sentido - é algo que preciso voltar a praticar também.

      Uma boa semana à você também!

      Excluir
  4. Olá Rosana!

    De fato, essas técnicas são essenciais, ainda mais sendo brasileiro... Que stress é tentar ganhar dinheiro nesse país rsrs!

    Pratico constantemente a respiração e a admiração do céu de forma geral, da minha rede de descanso. Passear em meio à natureza quando é possível (atualmente nem tanto)... Estou meio afastado de jogos também...

    Não tenho animais de estimação, mas quando estou na casa de pais e sogra, aí faço a festa rsrs.

    Embora muitas dessas práticas estão relacionadas ao mindfulness, senti falta da meditação, considerando no sentido de esvaziar a mente de quaisquer pensamentos. Ajuda muito também!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André,

      Você tem razão: a meditação é muito importante. Acabei esquecendo por utilizá-la em conjunto com a respiração.

      Realmente, no Brasil várias coisas são muito mais estressantes do que em outros países, por isso precisamos encontrar maneiras de não deixar que o estresse se torne disfuncional em nossas vidas.

      Abraços!

      Excluir
  5. Excelente, Rosana!

    Gostei muito do ver o pôr do sol. É uma coisa que faço involuntariamente, como um meio pra acalmar a mente e trazer paz, e de fato é um ótimo exercício de contemplação!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme,

      O por do sol traz muitos benefícios, como os citados por você. Pena que a maioria das pessoas os desconheça ou não dê valor.

      Abraços!

      Excluir
  6. Respostas
    1. Investidor Concursado,

      Bom saber que gostou. :)
      Agradeço por seu comentário.

      Um bom final de semana!

      Excluir
  7. Olá Rosana,passando para agradecer sua presença e lembrança pelo meu dia, e fez feliz!

    Quantas dicas boas, a da respiração é importante e funciona bem, pratico sempre, bem como jogos: palavras cruzadas, paciência, Dama, e pratico bicicleta estática.
    bjss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diná,

      Bom saber que gostou das dicas. Boa lembrança do paciência - faz tempo que não jogo.
      Bicicleta ajuda muito, legal que você goste.

      Um bom final de semana!

      Excluir
  8. excelente lista.

    eu acrescentaria "cuidar da alimentação" nos moldes desse livro:

    https://acervost.blogspot.com/2018/04/livro-dieta-da-mente-surpreendente.html

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Scant Tales,

      Boa lembrança!
      A alimentação é a base de tudo. As atividades para diminuir o estresse ficam bem prejudicadas se cafeína e açúcar continuam na dieta de forma intensa.

      Um bom final de semana!

      Excluir
  9. Adorei as dicas; acrescentaria fazer puzzles e pintar mandalas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Gostei das suas dicas. São 2 atividades que também nos ajudam a estar no momento presente de forma completa.

      Boa semana!

      Excluir
  10. Respirar, ouvir música, ocupar a cabeça com algo que me dê prazer, é o que costumo fazer... para aliviar o stresse... Outra coisa que coisa que eu faço... é aceitar-me com todos os meus defeitos, sobretudo... para não acrescentar mais carga emocional, e o peso da exigência, que o mundo nos coloca em cima...
    Um belíssimo post, sobre um dos grandes problemas da actualidade...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana,

      Aceitação - algo muito importante mesmo, para não nos sobrecarregarmos mais ainda. Agradeço pela contribuição ao meu post.

      Boa semana!

      Excluir
  11. Respostas
    1. Beto Fiscal,

      Bom saber que gostou. :)
      Agradeço pelo comentário, espero que goste do conteúdo do meu blog.

      Feliz 2019!

      Excluir



Tecnologia do Blogger.