Black Friday - minha primeira compra nesse dia


O Black Friday ocorreu pela primeira vez no Brasil em 2011 e a cada ano o volume de vendas tem aumentado.

Apesar do forte apelo comercial em torno da data, nunca aproveitei nenhuma promoção, pois não estava realmente precisando de algo na época. E sei que se ficasse visitando os sites, provavelmente iria encontrar alguma "necessidade desnecessária" para comprar. Além disso, vários posts dos anos anteriores mostrando que no Brasil predomina a "Black Fraude" me fizeram desconfiar ainda mais dessa data.

Mas dessa vez foi diferente: eu queria comprar uma nova câmera fotográfica, pois a minha começou a apresentar problemas no ano passado e agora as fotos saem totalmente brancas ou com listras, mesmo alterando as configurações. Para videos ainda funciona, mas eu queria a câmera funcionando integralmente. A que tenho é uma Samsung S860, comprada em 2008, que supriu muito bem minhas necessidades durante esse tempo. Nunca precisei trocar sequer o cartão de memória, comprado no mesmo dia. As pilhas recarregáveis foram trocadas apenas 1 vez durante esses 9 anos.

Para você ter uma ideia, coloquei abaixo duas fotos.

Flores-brancas-com-lilás
Abril/2016

Flor-do-pé-de-feijao
Dezembro/2016. Repare como ficou com as listras...

Acho que o "tempo de validade" dessa câmera está mesmo chegando ao fim, não é? Talvez entrando na obsolescência programada.

Comecei minha pesquisa para a compra de uma nova câmera em maio, decidi qual comprar em agosto, mas o preço estava alto - aproximadamente R$ 1.100,00, com preço mínimo de R$ 990,00.

Quase comprei no mês passado por R$ 899,00, pois durante esse tempo todo não houve alterações relevantes de preço. Mas para quem esperou tanto tempo, 1 mês a mais não iria fazer diferença, até porque a compra não era urgente e compras impulsivas não fazem parte dos meus valores, além de que atrapalhariam o alcance dos meus principais objetivos. Apesar de já ter feito tais compras muitas vezes, isso é algo que consigo dominar relativamente bem, a despeito dos incessantes apelos do marketing.

Há 2 semanas comecei a acompanhar com mais atenção se haveriam alterações de preço no Google Shopping.

Pesquisa-de-precos

Pesquisa-de-precos



















Pesquisa-de-precos


















Pesquisa-de-precos
Como houve uma alteração de preço no dia 23, estava esperando que no dia 24 (Black Friday) houvesse uma maior. Mas não foi o que ocorreu, conforme dá para ver abaixo.

Pesquisa-de-precos

Não foi um super desconto, mas comprei mesmo assim, pois o preço dela ainda é alto no mercado brasileiro. Esse preço era para pagamento à vista, por boleto ou cartão. De qualquer forma, valeu a pena não ter comprado antes.

O que me deixou indignada foi a alta tributação. R$304,54 ou seja, 39,85%! Achei desproporcional, assim como a maioria dos impostos deste país.


E você, também conseguiu fazer uma boa compra no Black Friday 2017?
Ou achou os preços decepcionantes, mais parecidos com a Black Fraude?


Comentários

  1. Olá Rosana,

    Legal seu acompanhamento! Vou fazer isso com um celular que quero comprar para a sra Inglês. Até acreditei que encontraria algo, mas aqui impera a black fraude. Esse ano ainda tivemos anúncios surreais como um pacote de bolacha que custa normalmente 2 reais ter o preço inflado a 32 para dizer que estava com um super desconto por ser vendido a 2 haha incrível não?

    Mas, parece que isso está diminuindo. A Magazine Luiza parece ter ofertado bons descontos. Vamos ver ano que vem.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, II

      Uma dica é você acompanhar também pelo Buscapé. Lá tem o histórico de preços dos últimos 365 dias, assim você sabe se está na média ou se aconteceu como esse pacote de bolachas - eu nunca tinha visto algo semelhante, o exagero foi demais nesse caso.

      Infelizmente a Black Fraude ainda fala mais alto no Brasil, mas parece que os consumidores estão começando a ficar mais atentos.

      Desejo boa sorte em sua compra, espero que consiga um preço muito bom.


      Abraços,

      Excluir
  2. Parabéns pelo espírito não consumista, Rosana! São poucas pessoas que pensam como você! Ficar com uma câmera por 10 anos não é para qualquer um rsrs.

    Dica para vc e para o II acima: vão ao site zoom.com.br e procurem o que vcs querem. Ele pesquisa os preços em muitas lojas da internet, com mais opções do que o Google Shopping. E vocês podem cadastrar um preço mínimo para ser avisados por email quando for atingido. Além disso, ele permite checar o preço mínimo do produto nos últimos meses, justamente para ver se a "oferta" não é uma fraude.

    Outro site que faz isso é o Buscapé, mas eu comecei a usar o Zoom pois parece que ele retorna mais lojas na pesquisa.

    Eu comprei um monitor novo, de 25"! Estava precisando também de uma atualização :)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, André

      A maioria das pessoas não fica mesmo com um produto eletrônico por tanto tempo. Para mim o que importa é estar funcionando bem e atendendo o que preciso. Se tiver, a "idade" do produto não me importa.
      Em breve farei outro post sobre esse assunto.

      Veja esse gif: https://twitter.com/Elogio_Follia/status/929816782411624455
      Se não prestarmos atenção, os novos produtos criados diariamente pela indústria serão nossas novas "necessidades" em pouco tempo, pois os apelos para a compra são intensos e incessantes.

      Agradeço pela dica. Eu sempre verifico também no Buscapé, Zoom e Bondfaro. E dependendo do produto, o preço é menor entrando pelos links nesses sites do que diretamente no site da loja.

      Legal você ter comprado um novo monitor de 25"! Às vezes precisamos mesmo de atualizações desse tipo. Com equilíbrio, acho tudo isso muito saudável e até bom para nossa saúde mental.

      Abraços,

      Excluir

Postar um comentário


© 2019 Simplicidade e Harmonia - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total desta obra e permitida a reprodução parcial desde que citada a fonte.