Você é o resultado das pessoas com as quais mais convive


O título desse post refere-se a uma teoria que para mim faz muito sentido.

O contato com essas pessoas não precisa ser necessariamente pessoal. Pode ser um escritor, um músico, um cientista, um palestrante, um blogger, um vlogger, um pregador, etc. Precisa ser alguém que faça parte de sua vida durante algum tempo e que te inspire a fazer mudanças simples ou complexas, boas ou ruins.

É preciso ter muita cautela e perceber quem são essas pessoas em sua vida hoje. Elas estão te inspirando ao desenvolvimento pessoal, ao contentamento, ao bem-estar, à motivação? Ou te inspiram à idolatria, à ostentação, ao consumismo, à ambição, à corrupção, proporcionando sentimentos confusos e conflitantes com seus valores?


Multidão

As influências na maioria das vezes são tão sutis, chegando muito perto do imperceptível. Então, quando você percebe, está pensando e agindo de forma bem parecida a das pessoas que te influenciam ou inspiram. Por isso é muito importante a aproximação com pessoas inspiradoras, com valores e ideais semelhantes aos seus. Pessoas que te impulsionem à ação, que te façam querer ser a sua melhor versão, que te inspirem para o bem e jamais para o mal.

Provavelmente você não encontrará a maioria dessas pessoas em seu círculo de convivência, por isso a importância de opções externas. Além de literatura e música, na internet há muitos sites, blogs e vídeos de pessoas realmente inspiradoras, que mesmo distantes fisicamente poderão te ajudar a trilhar o caminho do conhecimento e do desenvolvimento pessoal de forma mais consistente e coerente através de sua influência positiva. Como exemplo, veja a lista de blogs que acompanho.

Em momentos difíceis e conturbados na vida, também é muito importante que você se deixe influenciar por essas pessoas inspiradoras, pois além do alívio e mais clareza mental, essa fase poderá ser atravessada sem que o foco principal seja o sofrimento, mas também o aprendizado, o crescimento e a sabedoria.

Por ser a média das pessoas com as quais mais convive, sugiro que você se atente a isso, de forma a utilizar essa teoria a seu favor.

Para finalizar, gostaria de deixar uma pergunta para reflexão: o quanto você tem sido uma influência positiva (ou negativa) para as pessoas que convivem com você?


Créditos da imagem: Vlado Free Digital Photos

Você é o resultado das pessoas com as quais mais convive Você é o resultado das pessoas com as quais mais convive Reviewed by Simplicidade e Harmonia on outubro 31, 2017 Rating: 5

5 comentários:

  1. Excelente Rosana!

    costumo dizer que o homem é produto do meio em que vive.

    Eu procuro estar rodeado de boas pessoas, boa conversa, boa música, boas notícias e procuro fazer boas viagens além de ter bons hábitos.

    ResponderExcluir
  2. BPM,

    Você tem toda razão: somos produtos do meio.
    Querendo ou não, tendo consciência disso ou não.

    Gostei das suas dicas. Atitudes como essas sempre trazem bons resultados, não é?

    Abraços,

    ResponderExcluir
  3. excelente post!

    tinha essa percepção, mas não conseguia colocar em palavras.

    orbigado.

    ResponderExcluir



Tecnologia do Blogger.